Vivemos tempos de extrema e absoluta brutalidade!

Deny the Fallen é a nova banda de Rey Parra do Sacred Warrior e Worldview. Também estão presentes nesta formação outros integrantes do Sacred Warrior, Josh Johnson (bateria), Harbor Horton (guitarras rítmicas) e Erik Kyr (baixista). O que temos aqui é um álbum realmente pesado de Hardrock. Estamos falando de potência a toda velocidade com toques progressivos por toda parte. É profundo, agressivo e zangado junto a uma poderosa mensagem. Os vocais de Rey são oitavas mais profundas que o normal, com mais poder de soar areia e cascalho, com os ocasionais acréscimos de segundos aqui e ali. Musicalmente, o álbum é repleto de riffs pesados, trituração de leads e uma seção rítmica totalmente forte para manter tudo unido. Na parte física, um booklet com 8 páginas junto a um belíssimo layout. Uma ótima indicação para fãs do estilo. Vale mencionar a participação de Oz Fox do Stryper na faixa Hands for War e Bruce Swift do Sacred Warrior em Burning the World.

Track-list: Oblivion, Mortem Amici, Hands For War (participação de Oz Fox), Symptoms Of Eternity, Predator, Murder Machine, Razin' Kane, Shelter, Rise, Burning The World (participação de Bruce Swift) e Death Rattle.

DENY THE FALLEN - Symptoms Of Eternity

R$78,00
DENY THE FALLEN - Symptoms Of Eternity R$78,00

Deny the Fallen é a nova banda de Rey Parra do Sacred Warrior e Worldview. Também estão presentes nesta formação outros integrantes do Sacred Warrior, Josh Johnson (bateria), Harbor Horton (guitarras rítmicas) e Erik Kyr (baixista). O que temos aqui é um álbum realmente pesado de Hardrock. Estamos falando de potência a toda velocidade com toques progressivos por toda parte. É profundo, agressivo e zangado junto a uma poderosa mensagem. Os vocais de Rey são oitavas mais profundas que o normal, com mais poder de soar areia e cascalho, com os ocasionais acréscimos de segundos aqui e ali. Musicalmente, o álbum é repleto de riffs pesados, trituração de leads e uma seção rítmica totalmente forte para manter tudo unido. Na parte física, um booklet com 8 páginas junto a um belíssimo layout. Uma ótima indicação para fãs do estilo. Vale mencionar a participação de Oz Fox do Stryper na faixa Hands for War e Bruce Swift do Sacred Warrior em Burning the World.

Track-list: Oblivion, Mortem Amici, Hands For War (participação de Oz Fox), Symptoms Of Eternity, Predator, Murder Machine, Razin' Kane, Shelter, Rise, Burning The World (participação de Bruce Swift) e Death Rattle.