DROTTNAR - Welterwerk
Oferta

DROTTNAR - Welterwerk

R$198,00 R$99,90

Descrição do produto

A doença mental raramente se manifesta em forma musical, com distúrbios comportamentais que geralmente afetam os padrões de fala e provocam um ataque ocasional de raiva. Este álbum é aquele exemplo raro de insanidade clínica em forma auditiva, mas que felizmente encontrou um caminho ordenado e interessante, mesmo sem sair da Noruega. Welterwerk é um monstro bizarro que vai mudando de forma constantemente e garantindo que você nunca se sinta muito confortável, além de simultâneamente lhe divertir. Isto é apenas uma forma estranha de Black Metal, mas completamente diferente. Não há gênero exato para compará-lo e preparar você o que está prestes a experimentar. Os ideais cristãos contidos na vida e nas letras do Drottnar não irá fazer você acreditar que eles darão alguma trégua. Este álbum é absolutamente insano! As guitarras são imensamente rápidas e desarticuladas, com palmas e tremolos em todo o lugar. Os riffs são absurdamente aleatórios e fora da pulsação, e ainda infecciosamente cativante. Poucos ouviram nada como o trabalho de guitarra em Welterwerk. Clínico e preciso em sua essência caótica. O baixo é excelente em cada faixa, alguns dos baixos mais rápidos e técnicos. Também é bastante proeminente apesar da sua distorção. Às vezes, a tremenda velocidade do baixo quase confunde as guitarras, e isso está ocorre muito. O tecnicismo da bateria é surpreendente, com agressão e velocidade para rivalizar com qualquer outro no metal extremo, e em seções lentas, tempo incrível com peças únicas de tempo e off-beat. Alternâncias são abruptas e as bases são totalmente imprevisíveis, ou seja, nada aqui é capaz de ser descoberto ou esperado pelo extinto sonoro humano. No geral, a musicalidade é exemplar, com todos os instrumentos superando-se e ainda fluindo harmoniosamente. A composição é extremamente apertada, e a composição, embora algo estranha, é excelente. É preciso um talento imenso para escrever música como essa, tão aleatória, errática e imprevisível, mas ainda memorável e cativante. Os vocais são um grito frio e furioso, cuspido e agressivo. É aí que Drottnar se aproxima do Black Metal, com gritos e gritos definitivos, distorcidos e agudos. O que é no entanto único é a entrega intensa, deixando evidente que a vontade e a paixão conquistaram a técnica. Observe Destruction's Czar, nele o vocalista se mostra muito talentoso, levando a música frenética com força para a frente com uma ira indomável. As letras são muito impressionantes, todas influênciadas pela ótica cristã. Elas fazem um comentário social insatisfatório acertando em cheio muitas questões sócio-políticas e brilhando uma luz fria sobre as deficiências da humanidade. A produção em Welterwerk é fantástica. Isso apresenta uma claridade maravilhosa e profundidade de todos os instrumentos, e uma sensação de frio. Com muitas amostras, este álbum é variado, e muitas vezes esquizofrênico, com silêncios alternados com explosões em erupção de forma frenética e sem aviso prévio. As faixas de destaque definidas são Stardom in Darkness, Destruction's Czar e Ad Hoc Revolt; mas NÃO há músicas ruins em Welterwerk; este álbum é muito agradável do início ao fim.

Track-list: 1. Ad Hoc Revolt, 2. The Kakistocracy Catacombs, 3. Autonomic Self-Schism, 4. Niemand geht vorbei, 5. Victor Comrade, 6. Stardom in Darkness, 7. Rullett, 8. Destruction's Czar e 9. Vulgo Vesper.